Melhore sua digestão com estas dicas

 

2

Alimentar-se bem não é só uma questão de escolher os alimentos certos para incluir no seu prato. Hábitos e cuidados com a sua saúde influenciam em todo o seu organismo e também na digestão.

Para que seu aparelho digestivo funcione com equilíbrio e sem sobrecarga é necessário adotar hábitos que facilitem o trabalho das enzimas no estômago e, consequentemente, você não sofra com problemas como azia, má digestão e o mal estar que problemas no estômago causam.

A seguir você vê alguns conselhos para que sua digestão seja tranquila:

• Inclua mais alimentos crus no seu prato.

 

Os alimentos crus como frutas, legumes, verduras e ervas contém as enzimas necessárias para sua digestão, o que poupa energia do organismo.

• Simplifique suas refeições. 

 

Refeições que incluem amidos (batatas, arroz, macarrão) e proteínas concentradas (carne vermelha, peixe, aves) combinadas com uma sobremesa doce são a combinação perfeita para o desastre digestivo. Para simplificar o prato, em vez de colocar muito carboidrato e muita proteína, escolha apenas um deles para comer mais e combine com muitos legumes e verduras. Espere ao menos 2 horas antes de comer a sobremesa.

• Certifique-se de que está ingerindo os nutrientes necessários.

 

Isso inclui as vitaminas do complexo B. Assim você garante a produção de ácido hidroclórico, essencial na digestão.

 

• Evite ingerir líquidos durante as refeições. 

 

A água quando tomada com a refeição aumenta o pH do estômago, o que dá sinal verde para que a comida vá direto ao intestino, mesmo que ainda não esteja totalmente digerida.

 

• Auxilie a digestão com enzimas digestivas. 

 

Converse com seu gastroenterologista para que ele peça exames que indicam se você precisa tomar enzimas e quais delas você precisa. Por exemplo, quem tem intolerância a lactose, deve tomar a lactase, enzima necessária para a digestão do leite.

• Evite se alimentar quando estiver muito estressado.

 

Isso não quer dizer que você precise ficar sem se alimentar. Em vez disso, tente relaxar e esquecer dos problemas antes de fazer a refeição. E de preferência, faça uma refeição bem leve nesses casos.

• Tome chás amargos que auxiliam na digestão. 

 

Ervas como o boldo e a camomila são ideais para aliviar o mal estar após uma refeição pesada e auxiliam no processo digestivo. Porém, devem ser tomados sem exagero.

• Use os temperos a favor da digestão. 

 

Temperos como gengibre, pimenta-do-reino e pimenta-caiena são boas opções para adicionar ao seu prato e ter uma boa digestão.

• Inclua os probióticos na alimentação. 

 

Bactérias do bem, os probióticos podem ser encontrados nos iogurtes e leites fermentados, ajudam na digestão e regulam o funcionamento do intestino.

• Mastigue bem a sua refeição. 

 

Mastigar bem e devagar, além de ajudar você a comer sem exageros, auxilia o estômago na digestão, pois parte do alimento já é processado na boca, devido à mastigação e à ação das enzimas presentes no local.

Vale ressaltar também que evitar refeições gordurosas, não ingerir bebidas alcóolicas após a refeição e não praticar atividades muito agitadas depois de comer previnem o mal estar estomacal e até mesmo problemas mais graves, como o refluxo. Cuide-se e viva melhor.