Picada de insetos

Os insetos estão por toda parte, e embora a maioria não seja perigosa, sua picada ou ferroada incomoda. Mosquitos e carrapatos sugam o sangue humano para sobreviver. Já abelhas, vespas, aranhas, marimbondos ferroam pessoas quando se sentem ameaçados ou quando querem proteger seus ninhos.

Ao picar ou ferroar, os insetos injetam veneno junto, responsável pela coceira e inchaço no local. Apesar de não ser grave, o fato é que essas picadas incomodam. Coçar a região pode fazer o veneno espalhar e aumentar a coceira ainda mais.

 

SINTOMAS

A picada de insetos pode causar dor e desencadear uma reação alérgica. E a gravidade desta reação irá depender da sua sensibilidade ao veneno. A maioria das reações é leve, provocando coceira, ardência e inchaço que somem em um ou dois dias. Uma reação tardia pode desencadear febre, urticária, dor nas articulações e inchaço nas glândulas.

Somente pequena porcentagem das pessoas desencadeiam reações graves, anafilaxia, às picadas, com náusea, edema facial, dificuldade para respirar, dor abdominal, aumento da pressão arterial.

Picadas de abelhas, vespas, marimbondos e formigas de fogo são mais problemáticos em termos de reações alérgicas. Picadas de mosquitos, carrapatos, moscas, formigas e algumas aranhas também podem causar reações. Escorpião, aranhas e algumas formigas podem ser desencadear reações muito severas. Há também insetos que transmitem doenças, como a dengue, malária e febre amarela, entre outras. Nestes casos, o cuidado precisa ser redobrado.

 

TRATAMENTO

Quando são reações leves e corriqueiras o tratamento é simples.

Veja algumas dicas: Se houver muitos insetos na região, um enxame, ou algo do tipo, dirija-se a uma área segura para evitar mais picadas; se houver ferrão preso à pele, retire-o. Esta atitude impedirá que mais veneno seja liberado. Lave a área com água e sabão; uma compressa fria pode reduzir a dor e o inchaço; analgésicos podem aliviar a dor das picadas; cremes tópicos podem aliviar a coceira, como loção de calamina ou aqueles que contêm aveia coloidal ou bicarbonato de sódio, enquanto outros ajudam a controlar a dor.  Reações alérgicas podem provocar náuseas ligeiras e cólicas intestinais, diarreia, inchaço local.

Já as reações graves podem progredir rapidamente. Acione um serviço de emergência ou dirija-se rapidamente ao pronto socorro caso apresente os seguintes sintomas:

  • dificuldade em respirar;
  • inchaço dos lábios ou garganta;
  • desmaio;
  • tontura;
  • confusão;
  • batimento cardíaco acelerado;
  • urticária;
  • náuseas, cólicas e vômitos.

Enquanto se encaminha para o atendimento médico, alguns procedimentos podem ajudar e até salvar o paciente. Veja se há remédios para tratar um ataque alérgico. Normalmente pessoas muito alérgicas, possuem tal medicação. Se houver, siga as instruções de aplicação; Vire a pessoa de lado para que ela não sufoque caso vomite ou haja sangramento nas vias aéreas; afrouxe as roupas apertadas e cubra a pessoa com cobertor; não dê nada de beber; fique atento a todo tipo de reação que a pessoa possa ter, mantenha-se alerto à pulsação. Tudo isso pode ajudar na hora que chegarem ao pronto-socorro.