Novo medicamento promete reduzir 15% da celulite no primeiro mês de uso

Não há outra época do ano além do carnaval em que os corpos ficam tão em evidência — que o digam as musas de escolas de samba! Para quem vive em busca de meios de esconder uma imperfeição aqui ou acolá, um novo medicamento oral promete diminuir 15% da celulite no primeiro mês de uso. Trata­se do Dimpless SOD, cujo princípio ativo, o superóxido dismutase, é uma enzima antioxidante extraída de uma espécie de melão. De acordo com a farmacêutica Claudia Souza, da rede de farmácias de manipulação Officilab, por ser natural, o remédio não precisa de prescrição médica, mas ter o acompanhamento de um especialista é sempre válido.

— Ele age de duas maneiras no organismo: quebrando a gordura que se acumula nos adipócitos (células de gordura) e regularizando a matriz extracelular (tecido entre as células) nos locais em que ocorre a celulite — explica.

Um estudo realizado com 41 mulheres de 31 a 50 anos, que apresentavam celulite na barriga e no culote, comprovou a eficácia do remédio. Elas foram divididas em dois grupos, sendo um tratado com placebo (cápsula sem princípio ativo) e o outro com superóxido dismutase. Ao fim de 56 dias, o primeiro grupo teve 11,3% de redução da celulite comparado ao do placebo.

— O remédio foi desenvolvido para atuar na coxa e no culote, porque a gordura que se acumula nessas áreas é diferente da do bumbum — afirma Claudia Souza.

A ingestão de uma cápsula ao dia (com água), de preferência após o café da manhã, é suficiente para os efeitos aparecerem. O ideal é que o tratamento seja feito por mulheres com mais de 18 anos.

— O superóxido dismutase é uma enzima que combate o excesso de radicais livres, por isso melhora a aparência da celulite — diz a dermatologista Gabriella Albuquerque.
Outros métodos que ajudam no combate ao problema

Segundo a dermatologista Gabriella Albuquerque, não há cura para a celulite. Todos os tratamentos visam apenas amenizar o problema.

— Exercícios que promovem alongamento da fibra muscular, como pilates e natação, ajudam a melhorar o aspecto da celulite — destaca Gabriela, que é coordenadora da Sociedade Brasileira de Dermatologia do Rio de Janeiro.

O uso de antioxidantes e a manutenção de uma dieta saudável também ajudam a combater o problema.

Aplicados com massagens locais, cremes melhoram a vascularização da região em que há celulite. Dessa forma, combatem a retenção de líquido e o acúmulo de gordura. Formulações com cafeína, centella asiática e iombina são as mais indicadas.

— Lasers de baixa fluência são capazes de diminuir a quantidade de gordura no adipócito e amenizar o aspecto da celulite. Deve­se consultar o dermatologista para saber qual o tipo de laser mais indicado para cada pessoa — diz Gabriella.

A drenagem linfática, por reduzir a retenção de líquidos, é outra opção no combate à celulite.

Fonte: https://www.ipele.com.br/noticias/8661/novo-medicamento-promete-reduzir-15–da-celulite-no-primeiro-m%C3%AAs-de-uso