As perguntas certas – O que você precisa saber na consulta

Se você já saiu de uma visita médica com mais dúvidas do que respostas, saiba que você não está sozinho nessa.  Principalmente quando o assunto é pele, por medo ou até vergonha, os pacientes deixam de fazer os questionamentos necessários e não conseguem aproveitar a consulta da melhor forma.

Para deixar os pacientes mais confortáveis nesse momento, temos algumas dicas: Primeira pergunta importante, quais os cuidados necessários para a minha idade? Depois, o que é possível ser feito e o que eu deveria ter feito. Claro que, os cuidados com a pele devem começar desde criança, de preferência a partir dos 6 meses, evitando exposição excessiva ao sol e utilizando proteção solar todos os dias. Mas, vamos considerar que é um adulto/adolescente se consultando.

A quantidade de água ingerida também é outro ponto muito importante que não pode ficar fora da conversa com o médico. Sobre esse assunto, apesar de informações controversas, o consumo diário para evitar pele desidratada e ressecada deve ser em torno de 2 litros.

Quando existe indicação de um procedimento, as seguintes perguntas devem estar na ponta da língua: Qual o valor? Quanto tempo dura o efeito? Quando é possível ver os resultados? Dói?

Quais foram os efeitos nos outros pacientes com a mesma indicação? Qual o tempo de recomendação? Qual a marca e o motivo da escolha? Como funciona a tecnologia dos produtos? Existem riscos?

Se você tiver a respostas de todas essas dúvidas, as chances de um tratamento seguro e tranquilo são bem maiores.  Vale ficar atenta à experiência profissional do médico escolhido para saber se ele possui a especialização necessária para o tratamento indicado.

O procedimento que gera mais dúvidas nos pacientes: Um dos questionamentos mais frequentes é sobre quais são os tratamentos mais eficazes para bolsas dos olhos e olheiras. Nesse caso, entre as indicações estão:  ter uma boa noite de sono, evitar a ingestão de bebidas alcoólicas e também o tabagismo, ter uma alimentação saudável com pouco sódio, realização de drenagens linfáticas na região das olheiras e, ainda, fazer a aplicação de compressas frias ou cremes calmantes e vasoconstrictores diariamente. E, para casos de olheiras profundas? O preenchimento com ácido hialurônico é o mais recomendado, o procedimento pode ser feito no consultório, dura cerca de 30 minutos e os resultados são perceptíveis imediatamente, podendo durar até 12 meses. Já para as bolsas decorrentes do acúmulo de gordura –  comum no processo do envelhecimento – pode haver indicação de realização da blefaroplastia, cirurgia da pálpebra.

Mesmo com a recomendação de um profissional, deve-se considerar que cada caso é único e, por isso, deve ser avaliado isoladamente.

 

Fonte: alemdabeleza.com.br